sábado, 1 de novembro de 2008

Errar... acertar... errar...


Eu não sei o que meu corpo habita, em minha cabeça talvez qualquer sentido vago de razão, e por dentro a falta de muitas coisas. Chega aquela parte da vida onde era para termos certeza dos nossos objetivos, nossas vontades, pois crescemos e estamos no ponto de decisão. Mas continuamos a errar, a não aproveitar cada momento bom que conseguimos ou conquistamos. Ficamos com aquela ponta de vontade que poderíamos ter aproveitado mais, pois momentos onde acertamos são tão raros. Tão raros que as vezes acertamos o começo e erramos o final, ou erramos o começo e acertamos talvez o meio, porque o final, ainda está por vir, e geralmente longe.
Ouvi e li uma vez que não existe final feliz, o que existe são momentos felizes e a hora certa para vive-los. Verdade ou não pecamos tanto ao ponto de quase sempre querermos voltar para concertar algumas coisas, ao invés de aproveitar qualquer momento bom que esteja pela frente.
É realmente difícil encarar a vida, cada um leva de uma maneira, cada um da certos valores a cada coisa, valores diferentes, visões diferentes. E o que buscamos não é a igualdade, e sim apoio e compreendimento.
Talvez em um daqueles dias em que a gente olha para o céu e viaja no seu infinito possamos encontrar respostas, ou em qualquer outro lugar, talvez dentro de nós mesmos, um pouco retórico, porque aquela pessoa com que mais erramos somos nós.
Até lá ainda vamos errar muito, e talvez nem cheguemos lá, então talvez a única coisa a se fazer é aproveitar as coisas boas, e quando estão em falta, tem uma coisa que eu sempre digo: porque a verdadeira vontade se transforma em tentativas. E tentar é o mais próximo de conseguir e conquistar, mesmo que seja por um momento, mas aproveitado com a verdadeira vontade.

3 comentários:

fernanda disse...

Primo adorei isso...Fico fera d+...
como vc consegue fazer isso que eu ñ entendO...suhauhsuhausha
maiis fico show!!!bjoo ;)

Reh Assis disse...

Mandou bem d+ PV !
seus leitores agradecem !

Marcilene disse...

nos faz pensar muito, sobre tudo que acontece e deixamos passar pelo simples fato de ter medo de errar...

parabéns...